Brainstorm

A internet está acabando com a nossa criatividade?

A internet está acabando com a nossa criatividade?


Esses dias, eu estava ouvindo um podcast que falava sobre a nossa relação com a tecnologia e, entre vários papos, afirmaram que a internet estava acabando com a capacidade do ser humano de ser criativo. Na mesma hora, fiquei super intrigada e continuei ouvindo a teoria.

Eles falavam que eram os pequenos momentos de tédio do nosso dia que traziam criatividade. E que estamos matando eles.

Mas… como assim? Tédio = criatividade?

Sabe aqueles minutinhos ou até segundos vazios da nossa rotina que a gente precisa preencher com alguma coisa — seja na fila do mercado ou na espera pelo ônibus? Segundo o podcast, são nesses pequenos momentos que as pessoas têm as ideias mais criativas. Ideias dignas de lâmpadas invisíveis acendendo em cima da cabeça.💡 Puros momentos “Eureca!”.

Hoje em dia, esses segundos foram preenchidos por timelines, feeds, stories, snapchats e vídeos. Formatos também conhecidos como Conteúdo Criado Para Acabar Com O Tédio.

Veja se você se identifica com alguma dessas situações:

1) Você está no restaurante com namorado/amigo e ele decide ir ao banheiro, deixando você sozinho na mesa por 2 minutos. O que você faz: fica apenas observando o restaurante ou pega o celular e fica rolando a tela?

2) Agora você tá esperando pra ser atendido na padaria/salão/banco. O que faz nesses minutos de espera? Pega o celular pra ver se algo mudou nos últimos 5 minutos desde que olhou pela última vez, é claro.

3) Tomando café da manhã em casa sozinho? Dedinhos pra cima e pra baixo pela a tela e, 30 fotos e vídeos depois, a comida acabou e você nem lembra mais quando foi que terminou de comer.

Esses momentos são comuns na sua vida?

Tudo isso acontece porque simplesmente não permitimos mais que nosso cérebro fique entediado. E, com esses pequenos gaps do dia completamente preenchidos, a criatividade sai correndo.

Agora pense: o que você costumava fazer quando esses pequenos momentos aconteciam 9 anos atrás, sem celular? Se não sabe, que tal tirar um dia pra descobrir? Você não tem curiosidade de saber como é sua mente quando ela tá entediada?

Desde que ouvi essa teoria, tenho tentado perceber muito mais os meus hábitos com o celular. Tenho tentado ocupar esses pequenos momentos de outras formas ou simplemente com outras ferramentas. Preciso admitir que é super difícil, mas percebi que tenho tido mais momentos criativos desde então.

Juro. Inclusive, a ideia de escrever esse post surgiu enquanto eu estava esperando a chaleira esquentar. 😛


No final do podcast, eles disseram: “o celular foi inventado para as pessoas terem controle sobre ele, mas hoje é o celular que tem controle sobre as pessoas”. Achei super assustador. Hehe

Você concorda com essa frase? Me conta nos comentários 🙂

 

Pictures: Death To Stock

You Might Also Like